Não tem aquele ditado: O Google sabe de tudo? Então, parece que em tempos de avanços na inteligência artificial, ele quer agora até descobrir o significado de nossos movimentos com o mouse. Os testes estão no início e pretendem no futuro ser uma rede de leitura neural que pode evoluir para dispositivos mais complexos ainda.

Para aperfeiçoar o mecanismo, o Google disponibilizou um game chamado QuickDraw. No jogo, são solicitados 7 tipos de objetos simples para serem desenhados e cabe ao internauta fazer rabiscos que se aproximem das solicitações. Por ter apenas 20 segundos para cada proposta de desenho, muitas vezes, os rascunhos não lembram o que foi pedido. Contudo, o mais incrível é que a plataforma, na maioria das vezes, acerta o que foi desenhado.

O desafio é divertido e permite passar um bom tempo entretido. Porém, claro que a intenção dos engenheiros responsáveis não é o simples entretenimento. O que eles buscam é criar reportório para o computador aferir com mais certeza os movimentos dos usuários. Por exemplo, existem milhões de formas de reproduzir um gato em tela e o que eles querem é tornar seu reportório mais assertivo à partir de nossos rabiscos. Por isso, o que hoje é um simples jogo, amanhã pode ter incontáveis desdobramentos.